Skip to content

WGSN – caminhos do universo feminino

15/01/2012

No último dia do Rio-à-Porter (evento que acontece junto ao Fashion Rio) ocorreu a palestra da revista “Elle” com o WGSN sobre “O universo feminino e a moda em 2012”. Cinco principais caminhos (chamados de Key Looks) foram apontados pela gerente para novos negócios da agência de tendências Clarissa Araújo, para a Primavera-Verão/2012. Vamos à elas..

A inspiração é o mundo aquático. Os oceanos, a vida aquática real ou mitológica, conchas e texturas iridescentes para dar cara de mar aos tecidos. A beleza é natural, molhada, frágil. Essa tendência aborda a fantasia e a magia e encanto do mar.

Cores-chave: branco, prata, todos os tons de azul, turquesa, candy colors e a cor principal da tendência, verde-água.

Tecidos-chave: tecidos como organza, seda ou chiffon. Lantejoulas iridescentes.

Peças-chave: peplum, calça flare, vestidos de prega, tops, bainha plissé, saias wrap e os shapes sereia.

E esse caminho já pode ser visto nos desfiles da temporada Spring-Summer 2012 de algumas marcas internacionais, como Chanel, Hungaro e Versace.

A estética é limpa, funcional, moderna. A inspiração vem do universo dos esportes e do hip hop. A modelagem é mais solta, e os shapes são “reaproveitados” dos uniformes dos esportes. Esse universo é colorido, ativo e confortável.

Cores-chave: branco, laranja, preto, azul.

Tecidos-chave: malha, neoprene, couro (branco), tela.

Peças–chave: costas nadador, peças com amarração e corda.

Nos desfiles Spring-Summer 2012 esse caminho também foi visto, em marcar como Lacoste, Paul and Joe e Issey Miyake.

Essa tendência se inspira no estilo de vida e beleza da mulher dos anos 50. É feita para a mulher que gosta de buscar no passado e em mulheres mais maduras inspiração para sua vida e guarda roupa. Essa tendência é ligada a estética cinematic.

Cores-chave: candy colours, rosa pálido, rosa choque, turquesa.

Tecidos-chave: renda, cambraia, jeans.

Peças-chave: conjuntos, peças de cintura alta marcada, fenda.


Mulberry, Jil Sander e Dior foram algumas das marcas que apostaram nesse caminho em suas coleções Spring-Summer 2012.


Essa tendência é vista como uma neo-nostalgia. Na década de 60 a moda era voltada para o futuro e hoje em dia ter desejo por ela é quase ter desejo pelos dias atuais. É um olhar para o futuro com um quê de admiração pelo passado. Inspiração na pop art e geometria.

Cores-chave: menta, metalizados, preto e branco.

Tecidos-chave: encorpados que não mostrem as formas da mulher.

Peças-chave: vestidos em A, formas retas.

Miu miu, Valentino e Prada foram marcas que apresentaram esse caminho em suas coleções Spring-Summer/2012.

É a busca pelo natural, pelas origens, pelo mundo antigo. Forte apelo artesanal, rústico e histórico. Inspiração no Egito, art déco e tribos da África.

Cores-chave: nude, marrom, vermelho e ouro velho.

Tecidos-chave: naturais, rústicos.

Peças-chave: amarrações, saia envelope, franjas.

Marcas que já apostaram nesse caminho para o verão 2012 foram Burberry, LAMB e BCBG Max Azria!

Fonte: FFW

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: